//Mestrado Profissional em Educação Básica

Histórico

A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) é uma instituição de Educação Superior, localizada no Meio-Oeste Catarinense, na região do Alto Vale do Rio do Peixe, tendo a sua sede localizada à Rua Victor Baptista Adami, nº 800, Centro, na cidade de Caçador, no estado de Santa Catarina.

Desde sua criação em 1971, como fundação pública municipal de direito privado, entidade filantrópica sem fins lucrativos a então Fundação Educacional do Alto Vale do Rio do Peixe (FEARPE) tem sido um importante agente do desenvolvimento sócio-político-econômico-cultural nessa região. A Sua trajetória institucional de mais de 40 anos consolidou a sua imagem em mais de 25 importantes municípios num raio de apenas 100 quilômetros, porém, com uma expressiva população de jovens entre 18 e 24 anos.

Em 1990, a FEARPE unindo-se a 4 (quatro) outras fundações, suas coirmãs catarinenses, sediadas nas cidades de Mafra, Canoinhas, Concórdia e Curitibanos, criaram a Universidade do Contestado (UnC). Essa união trouxe, sem dúvida, significativas contribuições ao processo de expansão do ensino superior em Santa Catarina: a instituição, em seu conjunto, chegou a ter perto de 20 mil estudantes.

Contudo, o interesse de reforçar o foco regional da instituição, como também devido à natural problemática da gestão universitária multicampi, levou a UnC-Caçador a construir um novo projeto de universidade, a retomar suas características autônomas originais, retomam a sua ênfase regional à luz do processo desenvolvimentista próprio do Meio-Oeste Catarinense e, ainda, reassumir sua antiga denominação – Alto Vale do Rio do Peixe. Nasce, então, em 2009, a Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP). A antiga FEARPE, mais tarde UnC e agora UNIARP prossegue a sua trajetória: desde sua criação sempre foi e continua sendo a instituição mais importante na oferta de educação superior à sociedade da região do Alto Vale do Rio do Peixe.

Atualmente a UNIARP oferece 27 (vinte sete) cursos superiores em nível de graduação, oportunizando acesso à educação superior para mais de 3 (três) mil jovens. Além disso, também atua na pós-graduação lato sensu como forma de fortalecer a educação continuada às comunidades de sua abrangência. Assim sendo, a cumprir sua missão institucional e atenta ao que preconiza o Plano Nacional de Educação (PNE), particularmente em suas metas 13 (treze) e 14 (quatorze), a UNIARP volta-se para a Pós-Graduação stricto sensu e, nesse sentido, cria o Programa de Mestrado Interdisciplinar em Desenvolvimento e Sociedade. Essa opção justifica-se pela relação de influência que a instituição tradicionalmente mantém com o processo histórico de desenvolvimento da região, como também justifica-se pela experiência acumulada de seus cursos de graduação e pós-graduação lato sensu ao longo de sua trajetória.

A ideia de criação de um Programa de Mestrado em Educação na Região Oeste de Santa Catarina não é nova e nem recente. No ano de 1997, um convênio de cooperação científica e tecnológica firmado entre a Universidade do Contestado, por meio do campus de Caçador (UnC-Caçador), e a Universidade Estadual de Campinas – SP (UNICAMP), possibilitou o funcionamento do primeiro Curso de Mestrado em Educação da Região Oeste do Estado de Santa Catarina. Naquela época, apenas em cidades litorâneas de Santa Catarina eram oferecidos programas de mestrado; por isso mesmo, a parceria com a UNICAMP foi de fundamental importância para que o projeto ganhasse projeção e fosse concretamente viabilizado.

No princípio, o referido curso tinha como temática básica a Educação, com duas linhas de pesquisa – uma, em Educação e Ensino; outra, em Gestão Institucional. Após a segunda edição e com o amadurecimento do processo e a identificação dos problemas, inclusive aqueles relacionados ao pleno atendimento das Diretrizes da CAPES e CNPq, o curso foi reestruturado, enfocando a temática “Educação, Escola e Desenvolvimento Regional”, que levava em conta dois pressupostos básicos. O primeiro apontava para a exigência de uma fundamentação teórica ampla, capaz de garantir a ancoragem da temática nos rumos do debate teórico nacional e internacional; o segundo contemplava a necessidade de uma inserção da dimensão “local” na busca de respostas aos problemas relacionados ao espaço Regional.

Na atualidade, a UNIARP envida esforços para o desenvolvimento de cursos de pós-graduação Stricto Sensu. A criação do Programa de Mestrado Profissional em Educação Básica configura-se como uma das principais metas da instituição, para o quinquênio 2014-2018, conforme conta do seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2014-2018). Caminhando nessa direção, foi constituída uma comissão específica de planejamento para desenvolver a ideia nos seus pormenores e estruturar o projeto de criação do referido curso. A comissão, formada por professores doutores que fazem parte do curso, elaborou estudos sobre as condições e viabilidades instrucionais, perfil do corpo docente disponível e qualificado da instituição, interesse da comunidade regional por estudos avançados, definindo assim então as vigas mestras básicas que sustentam todas as fases do projeto.

Assumindo uma perspectiva participativa, multidisciplinar e colaborativa, a comissão promoveu discussões e estudos no intuito de produzir subsídios para a concepção e estrutura do Programa de Mestrado. Procurou, também, identificar interesses e potenciais para a composição do corpo docente permanente do curso e de outros colaboradores. O interesse e participação efetiva da comunidade acadêmica da UNIARP, considerando a trajetória histórica da instituição, permitiu firmar, dentre as diferentes alternativas, a área de concentração do curso e as suas respectivas linhas de pesquisa. Uma vez delineada a área de concentração, a mesma comissão, a partir de criteriosa análise da realidade institucional, definiu a grade e a estrutura curricular do programa e elaborou o regimento geral, que já foi aprovado pelas instâncias superiores da universidade.



VOLTAR