//Extensão

Programa Institucional De Incentivo à Leitura – Proler

O Programa Institucional de Incentivo à Leitura – PROLER atinge os municípios de abrangência da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. Trata-se de um programa cuja meta principal é aproximar o indivíduo da leitura, desenvolvendo este hábito, tanto dentro, quanto fora da escola, oportunizando àqueles que não têm acesso ao ensino superior usufruírem dos bens produzidos pela escrita.
Consiste em uma ação social que vai divulgar à comunidade externa as possibilidades que a Universidade oferece, em relação à leitura de todas as linguagens, principalmente a escrita, haja vista seu objetivo ser a democratização da leitura em todos os níveis. Saber ler é uma exigência das sociedades modernas.
Configura-se, também como uma ação educativa, cultural, inédita e conjunta, tendo como foco a formação de recursos humanos para atuar com práticas leitoras, dentro e fora da escola.
O Comitê do PROLER foi fundado na universidade em 1995, desenvolvendo atividades, tendo como referência as diretrizes da Biblioteca Nacional e do Comitê Nacional do PROLER, contando com as parcerias de Prefeituras Municipais de sua região de abrangência e de outras instituições educacionais.
O PROLER tem como objetivo capacitar recursos humanos para atuar como mediadores de leitura em diversos níveis, tanto dentro da escola como em outros espaços, promovendo ações de valorização social da leitura, visando sua disseminação como instrumento de inserção e inclusão social.
Visa ainda:

  • Promover políticas públicas de inclusão que garantam o acesso ao livro, à leitura e ao material escrito, contribuindo para a formulação de uma Política Nacional e regional de Leitura;
  • Articular ações de incentivo à Leitura entre diversos setores da sociedade;
  • Viabilizar a realização de pesquisas sobre livro, leitura e escrita;
  • Superar deficiências em relação às habilidades de leitura e produção de textos em alunos das redes de ensino;
  • Preparar recursos humanos para ações de desenvolvimento da leitura, refletindo sobre o papel do mediador na relação leitor-obra;
  • Promover o interesse pela leitura e pela escrita, considerando a sua importância para a formação e fortalecimento da cidadania.

Estrutura do Programa

O PROLER é constituído por Comitês. Os Comitês são entidades sem fins lucrativos, compostas por um Coordenador e profissionais envolvidos com leitura – professores, pesquisadores, escritores e dirigentes, pertencentes a instituições diversas. Atuam na implementação das atividades de práticas leitoras, na formação de agentes de leitura e na valorização e utilização de bibliotecas públicas e escolares.
A assinatura de um Termo de Cooperação Técnica da instituição interessada em formar o Comitê com a Fundação Biblioteca Nacional – FBN respalda essa parceria e oficializa a existência do Comitê. Atualmente, há dezenas de Comitês atuando no país, entre conveniados e em processo de estabelecimento de convênio, abrangendo cerca de 350 municípios.
A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe firmou convênio com a Fundação Biblioteca Nacional – CONVÊNIO FBN, para o estabelecimento de ações conjuntas na implementação de planos e programas voltados para a promoção e incentivo à leitura, em favor da educação para todos, com a finalidade precípua de desenvolver o Programa PROLER.
Os Comitês do PROLER são organizados com a especificidade de cada região, atendendo às demandas e necessidades de cada uma. Em geral, os comitês têm três níveis e composição específica:

  • Comitê Nacional do PROLER: a coordenação é exercida pela Fundação Biblioteca Nacional-Comitê Nacional do PROLER. Funciona na Casa da Leitura, de onde emanam as políticas do programa
  • Comitê Regional do PROLER: a coordenação, em nível de universidade, é exercida na Coordenadoria de Extensão e Cultura, de onde emanam as políticas regionais, em consonância com as políticas nacionais


VOLTAR