fbpx
//Cursos de Especialização

Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Florianópolis)

Pensando sobre a evolução da assistência coletiva ao paciente em sofrimento psíquico, a enfermagem vem evoluindo em seu conhecimento, além daquele adquirido na graduação e na formação especializada, com o objetivo de ampliar suas ferramentas assistenciais, colaborando juntamente com os demais profissionais, no cuidado ao paciente portador de transtorno mental. Por muitas vezes, a assistência do enfermeiro é voltada aos procedimentos, com a utilização de diversos materiais e equipamentos na realização de uma determinada ação. No entanto, na saúde mental, a principal ferramenta de trabalho, é o saber articulado ao próprio corpo expressos na comunicação terapêutica eficaz, na relação interpessoal que são extremamente importantes neste processo de cuidar em saúde mental. No Brasil, nas duas ultimas décadas, principalmente após a aprovação e implantação da lei 10.216, o enfermeiro vem desenvolvendo este papel, articulando suas ferramentas de trabalho no processo de construção terapêutica em prol do paciente, juntamente com outros profissionais da saúde. Dessa forma o profissional enfermeiro inserido na equipe multidisciplinar de saúde mental colabora com a aderência do paciente aos serviços de atenção em saúde mental, contribuindo com a remissão dos sintomas e na descoberta de novas habilidades, que favorecem a independência, e melhor reinserção no meio social. O enfermeiro, deve ser portador de conhecimento acerca dos diferentes transtornos mentais, afim de compreender melhor, as necessidades de cada paciente, em uma assistência mais dinâmica, flexível e criativa. Com a Reforma Psiquiátrica e com o surgimento de novos dispositivos de atenção a situações de crise, tem sido exigido cada vez mais do profissional enfermeiro formação para atuação nos diferentes serviços da rede de atenção psicossocial. Exigência que acaba refletindo em uma escassez de conhecimento devido ao pouco tempo disponibilizado na graduação para o estudo em saúde mental, tendo como estimativa 7% da grade curricular, somente. Estudo mostra que em países de renda média – alta, o número de profissionais atuando em serviços de saúde mental em 2005, por 100 mil habitantes, a categoria enfermeiro psiquiátrico é de 5,35, enquanto no Brasil esta média é de 1,70 (WHO ATLAS, 2005 medianas). Este dado mostra a importância de termos em nossa rede profissionais enfermeiros capacitados para a realização de ações terapêuticas, e também de gerenciamento dos serviços que prestam atendimento em saúde mental. O enfermeiro tem sido uma figura cada vez mais importante na assistência ao paciente em sofrimento psíquico e as legislações, e os próprios serviços públicos seguindo as orientações do Ministério da Saúde, vem exigindo que este profissional tenha formação para atuação nos diferentes serviços de atenção em saúde mental. O próprio estigma ainda existente na sociedade sobre o paciente portador de transtorno mental é um dos causadores do distanciamento do enfermeiro em desejar atuar nesta área. Por outro lado, existem aqueles que desejam, mas a busca por esta formação, tem sido cada vez mais difícil em diversas cidades do nosso país, o que dificulta a implantação desses serviços e também de uma atuação de qualidade deste profissional. Atualmente na Grande Florianópolis é escasso a oferta de cursos presenciais de especialização/capacitação em saúde mental para os profissionais enfermeiros e por outro lado tem tido uma crescente demanda nos serviços públicos e privados de usuários que buscam por um atendimento especializado em saúde mental, sendo observado que além dos obstáculos políticos existentes que dificultam a implantação dos serviços , por exemplo os leitos psiquiátricos nos hospitais gerais, está entrelaçado a falta de recursos humanos com a devida qualificação


Duração 18 Meses
Titulação Especialização
Modalidade
Carga Horária 360 hrs
Período Sextas-Feiras a noite e Sábado durante o dia (quinzenal)
Área do Curso Ciências da Saúde

Descontos

  • Pagamento com pontualidade (até a data do vencimento): 7% de desconto
  • Pagamento à vista: 12,5% de desconto

Objetivo

Qualificar profissionais para atuação no campo da saúde mental. Capacitando estes profissionais a um pensar crítico sobre a saúde mental e ao sujeito portador de transtorno mental, qualificando-os para uma assistência cientifica , ética e prática nos diferentes segmentos da saúde, como gestão, atenção psicossocial e educacional, seguindo os princípios do SUS.

Público alvo

Profissionais graduados em Enfermagem, Terapia Ocupacional, Psicologia, Assistência Social, Medicina, Educação Física, Fisioterapia, e afins, que atuem ou pretendam atuar em serviços de atendimento em saúde mental.

Disciplina CH
Saúde, sociedade, cultura e a loucura. 24
A história das políticas de saúde e os modelos de atenção de saúde mental no Brasil 24
Sociedade contemporânea e processos de subjetivação. 24
Atividades de dispersão. 24
Ética e Bioética na Atenção em Saúde Mental 12
Família e o Campo da Saúde Mental e Atenção Psicossocial 24
Psicopatologia e Saúde Mental 24
Intervenção em Álcool, Crack e Outras Drogas 24
Transtornos Mentais na Fase Adulta 24
Transtornos Mentais na Infância e Adolescência 24
Saúde mental do Idoso 24
Saúde Mental do Trabalhador 24
Urgência, Emergência e Atenção à Crise em Saúde Mental 24
Clínica ampliada e Abordagens Terapêuticas em Saúde Mental 24
Planejamento e Gestão de Serviços em Saúde Mental 12
Metodologia da Pesquisa 24
TCC
TOTAL 360

Preço

Nº DE PARCELAS: MENSALIDADE
24 R$ 410,00
Desconto: Informações pelos telefones: (48) 3015-7208 (48) 98448-7208

Compartilhe !


Contato:





Quero Estudar